Os principais erros do empreendedorismo e como evitá-los

Saber identificar e evitar os principais erros do empreendedorismo é importante para que você possa eliminar esse fator de risco do seu negócio ou projeto.

Todos nós sabemos que construir um negócio do zero não é nada fácil. Demanda coragem, sangue frio, disposição de guerreiro e muito, muito bom senso, principalmente nestes momentos de crise como a que estamos enfrentando no Brasil.

Diante desse fatoo é preciso deixar claro que quem julga os equívocos cometidos por empreendedores, atende pelo nome de mercado, e é constituído por um júri implacável, que não tem a menor compaixão pelo seu esforço e boa vontade. Portanto todo cuidado é pouco.

Reunimos aqui uma lista dos principais erros do empreendedorismo, uma série de que simplesmente não podem acontecer se você quer ser um empreendedor de sucesso. Vale a pena conferir!

Falta de Planejamento adequado

Você não precisa montar um documento que aborde o negócio para os próximos dez anos, mas elaborar um plano de negócio mínimo é fundamental para o sucesso da empreitada.

É fundamental conceber um material bastante objetivo e viável, como um bom “plano de vôo”, onde fique claro em que lugar você quer chegar, quando e de que forma. Se você não sabe onde quer chegar, não irá reconhecer quando isso acontecer.

Não validar a ideia

Outro que pode ser incorporado à nossa lista dos principais erros do empreendedorismo é postar tudo em uma ideia sem antes testá-la. O ideal é que você submeta o seu projeto a um processo de validação da ideia antes de partir para uma etapa final.

O ideal é fazer um teste em pequena escala, mesmo que o produto ou serviço ainda não esteja 100 desenvolvido, para ter uma ideia de sua aceitação e poder corrigir o que for preciso antes de entrar em uma etapa de produção em alta escala.

Descapitalização progressiva do negócio

O projeto vai bem, os primeiros clientes vieram e parecem estar satisfeitos. Pouco a pouco a empresa vai se consolidando e ganhando espaço no mercado.

Pronto, embriagados pelo ainda incipiente sucesso, os sócios se reúnem e certos que de agora em diante só virão outros sucessos e mais e mais contratos, passam a realizar investimentos desnecessários, dispersam recursos com inutilidades corporativas e outras superficialidades.

Criam com isso uma cultura de displicência financeira, que pouco a pouco fragiliza o negócio, eliminando a sua sustentabilidade no médio e às vezes até no curtíssimo prazo.

Desorganização

Definitivamente a desorganização é um dos principais erros do empreendedorismo. Corra dela, é um dos pecados mais graves. Causa insegurança para você, seus colaboradores e parceiros e acaba refletindo diante dos clientes.

Ela ocasiona uma sangria permanente no negócio, consome tempo e traz complicações, além de minar todas as iniciativas planejadas.

Ansiedade, impaciência e precipitação

É óbvio que qualquer projeto de risco causa ansiedade. É quase impossível evitar esse sentimento em algumas fases e situações.

Mas isso não pode dominar o processo de decisões. Deve ser encarado coma um sentimento normal, mas não pode jamais orientar a gestão da empresa.

Na hora de agir, é preciso ter paciência e concentração. É muito importante manter a cabeça no lugar e encarar obstáculos e adversidades como componentes de um jogo.

Incompetentes

Não os deseje nem para o pior inimigo. Simplesmente elimine-os do convívio profissional. Eles não trazem nada de bom. Atrasam o andamento das atividades, desmotivam os competentes e criam um ambiente de desgaste geral.

É interessante salientar que quando nos referimos a incompetentes, nos referimos a todos os níveis de incompetência, inclusive a emocional, que muitas vezes vem mascarada de uma pessoa “com gênio difícil”.

Otimismo ou pessimismo exagerado

Lembre-se de manter um certo ceticismo saudável. A autocrítica ajuda muito a ajustar expectativas e evitar decepções custosas.

Neste caso, acreditamos no ditado popular, de que a virtude está no meio. Portanto empreendedor, nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Mas, sobretudo, conte com imprevistos. Conte com atrasos, furos e atue sempre com muita antecedência.

Por fim, siga firme no seu caminho, sem se esquecer de que empreender é sobretudo, um estilo de vida, um estado de espírito constante.

Conhecendo quais são os principais erros do empreendedorismo e como evitá-los, você poderá reduzir bastante as chances de fracasso ou estagnação do seu negócio. Mantenha-se atualizado sobre essa e outras questões envolvendo o empreendedorismo, assinando gratuitamente a nossa Newsletter.

Os principais erros do empreendedorismo
5 (100%) 7 votos