Franquias de quiosques em shopping center como opção de negócio

As franquias de quiosques em shoppings são uma opção viável para o empreendedor que deseja montar um negócio em um shopping center, mas não tem em o capital necessário para investir um uma loja.

O preço do aluguel desses pontos varia de R$ 950,00 a R$1300,00 por metro quadrado, na cidade de São Paulo. Existem quiosque de todos os tamanhos, criando assim uma gama de opções de negócios a serem instalados bastante interessante.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franshising – ABF, existem no Brasil pelo menos 55 franquias de quiosques que podem ser instaladas em shopping centers, com investimento mínimo que varia entre R$15.000 podendo chegar a R$ 200 mil.

“A vantagem de estar em shopping center é que a quantidade de consumidores é maior do que estivesse numa loja de rua”, afirma Vera Sayão, que montou um quiosque da Nutty Bavarian ( comércio de castanhas doces e salgadas), no shopping Center Norte, na Vila Guilherme, zona Norte de São Paulo.

Na marca, o lucro mensal fica em torno de R$2.000,00, segundo o diretor da franquia, Daniel Miglorancia. “Estar no meio do público, no corredor, combina com esse tipo de venda, pois ninguem sai de casa para comprar castanhas doces. Trata-se de compra por impulso”, afirma.

O custo para montagem de um quiosque da Nutty Bavarian gira em torno de R$ 20 mil com a taxa de franquia, mais R$ 6.800,00 com equipamentos e produtos. O aluguel médio em shoppings fica em R$ 2.100,00.

Veja mais detalhes na matéria Franquia Nutty Bavarian

“A montagem de um quiosque também é mais rápida do que a de um loja”, afirma Liliana Martins, 29 gerente de expansão da Grão Espresso ( comércio de café e alimentos). “A estrutura é mais básica. Não requer, por exemplo, a instalação de ar-condicionado”. Um quiosque da marca tem investimento de R$ 50 mil.

Atendimento como diferencial nas franquias de quiosques em shoppings

Franquias de quiosques em shoppings como opção de negócio
Opções de franquias de quiosques em shoppings

Também há diferença na reação dos clientes. “A loja intimida as pessoas a entrarem, e os quiosques, no entanto, fazem parte do trajeto delas”, diz Fátima Simões.

Há dez anos, ela investiu R$30 mil em um quiosque, o Aromas e Afins, que vende velas e incensos em shopping centers de todo o Brasil..

O ponto de Simões fica em um corredor do shopping Ibirapuera, zona Sul. Seu lucro, afirma, chega a R$3.000,00 por mês.

Hoje, ela possui mas três quiosques em outros shoppings da capital e ainda duas lojas, que comerciallizam, além de velas e incensos, produtos artesanais nacionais e importados.

Estrutura enxuta

Como o espaço é reduzido, a quantidade de funcionários é relativamente menor, o que diminui as despesas mensais. “No entantom a quantidade de produtos que podem ser oferecidos também é enxuta, pois o espaço de mostruário e de estoque é reduzido”, explica Marcelo Ferreira Costa, 40 que possui 11 unidades de venda da Copy Oil ( comércio de reproduções gráficas). “Assim, o empresário deve ser objetivo na escolha da variedade dos produtos que irá vender”.

Costa ressalta que artigos como roupas não são apropriados para a venda em quiosques, pois precisam ser provados.”As transações devem ser “redondas”: o cliente olha, gosta e leva”, afirma.

Franquias de quiosques em shoppings
5 (100%) 1 voto