Vale a pena aceitar aquele trabalho? Faça o cálculo!

Vale a pena aceitar aquele trabalho? Faça o cálculo!

Basta uma equação muito simples para saber se vale a pena aceitar um trabalho, em termos de remuneração.

No entanto, cada elemento dessa equação tem variáveis ​​que devem ser consideradas. Ainda assim, é uma ferramenta muito simples e útil para aqueles, iniciantes ou não, que não têm certeza sobre quanto cobrar por seu trabalho.

Pode ser útil especialmente para freelancers mas seu princípio pode ser facilmente aplicado a empresas.

A equação:

formula

Para determinar o valor, responda às perguntas abaixo:

Quanto deve ser seu ganho mensal base, ou seja, quanto você precisa receber por mês?

Trata-se de suas necessidades básicas para viver e trabalhar. Inclua aquilo você considera absolutamente essencial para a vida diária (moradia, alimentação, etc.) e seu equipamento básico de trabalho.

Sobre este último, se o equipamento for durar mais tempo do que o trabalho, estime sua vida útil em meses e dividida o preço pelo resultado. Inclua aí valores relativos a associações de classe, sindicatos e outras tarifas das quais dependa sua atividade profissional.

Quantas horas por mês você pretende trabalhar?

Pense em quantas horas por dia ou por semana você pretende trabalhar e multiplique conforme necessário para ter o total mensal.

Uma vez com os valores, divida a resposta da pergunta “A” pela da “B” e você terá a seu preço base por hora.

Um exemplo:

Suponhamos que um freelancer precise fazer R$1.500 por mês para moradia e alimentação.

Seu único equipamento é seu laptop, que custa R$ 1.800 e se estima que precise ser substituído 36 meses (3 anos) após a compra. Isso significa R$ 1.800 / R$ 36 = R$50 por mês.

Ele atua em uma determinada área que requer filiação a uma entidade para a qual deve pagar R$ 600 por ano. Isso significa: R$ 600 / R$ 12 = R$ 50 com despesas burocráticas por mês.

A meta de renda mensal básica é de R$ 1.500 + R$ 50 + R$ 50 = R$ 1.600

Este freelancer espera trabalhar 8 horas diárias, 5 dias por semana. Isso resulta em uma média total de 160 horas por mês.

Assim temos:

Seu preço base por hora = R$ 1600 / 160 horas = R$ 10 por hora

Este deve ser seu rendimento mínimo. Dependendo de seu plano de carreira, pode vir a ser uma boa ideia aceitar um trabalho por um valor menor mas deve ser considerado que suas necessidades financeiras básicas não serão cobertas.

Mesmo para aqueles que não cobram por tempo, é importante ter um preço por hora definido. Trabalhos podem durar diferentes extensões de dias, meses ou, em certos casos, até anos.

Calcular quanto qualquer trabalho paga por hora permite saber se ele vale a pena. Uma soma maior oferecida por uma relação de trabalho de longo prazo pode parecer muito mas saber o quanto aquele valor representa por hora, pode acabar provando o contrário.

Você deve adicionar a esse montante todos os suprimentos e equipamentos necessários para aquele trabalho em específico e, naturalmente, o lucro de acordo com o mercado e sua situação nele (você é experiente? Você está bem estabelecido no mercado?).

Se lhe é oferecido um valor fixo para um trabalho, faça as contas para saber quanto ele paga por hora. Naturalmente, se você não sabe quanto tempo irá demorar para terminá-lo, significa que você não pode saber quanto ele paga por hora com antecedência.

Sabendo seu preço base por hora, calcule quantas horas você precisa trabalhar para atingir aquele valor. Usando o exemplo acima, suponhamos tenha sido oferecido R$ 1.200 ao freelancer e sua taxa horária básica seja de R$10. Ele precisaria de 120 horas de trabalho (15 dias úteis trabalhando 8 horas por dia) para atingir R$ 1.200 USD.

Se o trabalho pode ser finalizado neste tempo, vale a pena em termos de remuneração. Quanto mais rápido for possível terminá-lo, maior será o lucro.

Em ambos os casos, um aplicativo de controle da utilização do tempo, o chamado time tracking, pode ser muito útil no processo e atuar como uma ferramenta de gestão de tempo.

Com o primaERP, por exemplo, você pode calcular o total à medida em que trabalha. Caso de se trate de um trabalho pago por hora, é possível inserir um objetivo juntamente com um preço por hora para dada atividade ou projeto.

Com isso, é possível saber o quão rápido se aproxima o ponto em que o trabalho vai representar perda.

No votes yet.
Please wait...

DEIXE UMA RESPOSTA