Como precificar um produto ou serviço - O que levar em conta nesta hora?

Como precificar um produto ou serviço – O que levar em conta nesta hora?

Você sabe como precificar um produto ou serviço de maneira técnica, ou você simplesmente chuta um preço e depois fica se perguntando se não está caro ou barato demais?

As dúvidas ao abrir uma empresa são diversas, do plano de negócios à estratégia de marketing, da escolha do nome às contratações.

E, no meio dessas questões está a precificação de produtos. Como fazer? O que avaliar na hora de estabelecer o preço do produto a ser vendido?

O mercado costuma ser base para essas respostas. Saber quanto vale o bem que você vende e que diferenciais ele tem diante da concorrência são fatores importantes para precificá-lo. Mas não é só isso.

Antes de abrir um negócio, o empreendedor deve se informar a respeito do mercado que vai atuar e principalmente sobre sua administração. É o que defende o professor de Economia da PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e consultor da Metha Consultoria, Claudemir Galvani.

“Há uma preocupação em entender do ramo em que a empresa vai atuar. Isso é ótimo, mas é preciso também saber gerenciar o próprio negócio, o que também irá influenciar na hora de decidir como precificar um produto ou serviço”, alerta ele.

Isso porque, a precificação do produtos deve ser feita com base no mercado em que a empresa atua e na qualidade do próprio produto. “Dificilmente um produto vendido a um valor muito acima da concorrência consegue sucesso de vendas.

O professor ensina que é preciso analisar os concorrentes e praticar um preço semelhante, mas alterações de preço são feitas de acordo com algum diferencial, seja na qualidade de atendimento, na rapidez da entrega ou em outros fatores, principalmente no que tange o ramo de serviços.

Previsão de custo e lucro

Por isso é tão importante conhecer a analisar internamente os resultados, definindo, antes de cada projeto ou de produto, a margem de custo e lucro de cada um. Não se trata unicamente de saber como precificar um produto ou serviço, mas como estruturar todo esse processo.

O consultor do SEBRAE-SP – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo, André Wormhoudt afirma que se o empresário ignorar seus gastos e não alcançar o lucro esperado pode encontrar dificuldade em dar continuidade ao negócio.

Para isso, também é preciso saber quanto o cliente acha justo pagar. “O empreendedor deve saber qual é a visão do cliente em relação ao produto”, ensina Wormhoudt.

Analisar todas essas variáveis requer que se conheça o negócio como um todo, em uma empresa com sócios, isso é ainda mais importante. É preciso olhar para sua empresa com uma lente de aumento.

“Nessa análise, entender do mercado, saber administrar e conhecer o operacional são três coisas fundamentais para precificar de forma justa o produto vendido”, completa Galvani.

Ter a conta na ponta do lápis é importante mesmo quando não há concorrência. É claro que, nesses casos, a empresa dita as regras do preço de acordo com seus custos e o valor daquele bem, mas não se deve exagerar. É preciso precificar de forma justa.

Precificação de serviços

No caso da precificação de serviços, como o de um consultor, por exemplo, o professor ensina que a análise para precificação se faz com base na concorrência e no grau de especialidade.

“A hora trabalhada de um consultor pode variar muito de acordo com o ramo de atividade e com a especialização do profissional. Quanto mais raro for o assunto da consultoria, maior será o preço cobrado.”

Inovação também é um item importante a ser considerado na hora de estabelecer preços. Se a empresa atuar em um ramo já tradicional, mas oferecer algo inovador, pode encarecer seu preço.

“Produtos novos ou com itens inovadores podem ser mais caros, pois são raros no mercado”, ensina o professor de economia. E, para empresas já consolidadas, mas que não sabem quando mudar os preços, a dica de Galvani é semelhante: avalie como está o mercado, o preço que a concorrência pratica e principalmente seu volume de vendas.

“Após ganhar reconhecimento na área de atuação e obter crescimento nas vendas, pode ser hora de reavaliar os preços.”

Com essas dicas de como precificar um produto ou serviço, o que acha de fazer uma revisão da sua estratégia? Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Por Rodrigo Lima

Como precificar um produto ou serviço
4.7 (93.33%) 12 votos